Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Amnesia

Amnesia

172:: i miss you

« é um sentimento que não tem fim, um sentimento que nunca vivi, um sentimento que existe dentro de mim e não o consigo explicar. tu és talvez das muito poucas pessoas das quais eu não consigo viver sem as ter comigo. nunca mas nunca te vou largar porque viver sem ti não dá, viver sem te ter a meu lado é algo que julgo ser impossível. princesa, contigo já passei todos os momentos e mais alguns. contigo já ri até chorar, já sorri quando estava sem vontade, e por ti até já chorei. contigo já brinquei - e muito! -, contigo já discuti , contigo já passei momentos maus mas também os melhores da minha vida. posso ser um parvo, um chato, um otário, o pior amigo do mundo, um estúpido, um cromo e tudo aquilo que me quiseres chamar mas sabes perfeitamente que, contigo, também sei ser um querido e dizer que te amo sem porquês ou complexos verbais :$ »

Quando a saudade aperta, nada melhor do que reviver o passado, o lado bom do passado, para poder sorrir ao lembrar-me de ti. Tens estado muito presente na minha mente nestes últimos tempos e, por muito que me custe a admitir - tu sabes que sou orgulhosa, não mudei assim tanto desde que deixamos de nos falar, continuo a ser a tua Patrícia de sempre - tenho saudades. Desde que te conheci só disse uma única vez que tinha saudades tuas, lembraste? Quando fui de férias e te disse isso? Bem, a tua resposta foi que era bom eu ter saudades tuas, era sinal que não conseguia viver sem ti. Dito, feito! Não consigo olhar para trás sem me lembrar de ti e deixar uma lágrima cair pelo peso que tenho na consciência por tudo que te fiz. Tu marcaste-me de tal maneira que ainda hoje me pergunto como foi possível eu deixar que uma pessoa me marcasse assim tanto. O pior de tudo, é que quero pedir desculpa e não sei como. Mesmo que não me perdoasses, ao menos conseguia seguir em frente com sentimento de dever cumprido por te ter pedido desculpas. Às vezes, enquanto escreve, penso e digo para mim mesma que sei que não vais ver nada disto, mas sabe tão bem desabafar e falar sobre ti, parece que a saudade fica um pouco mais pequena. Mas tenho saudades tuas, imensas...

20 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D